Rótulos inéditos da Hocus Pocus honram o Craft Beer Expo, em São Paulo

Por Alexandre Lyra*

Cervejarias artesanais nacionais renomadas e rótulos de qualidade de nível mundial, alguns inéditos. O 1º Craft Beer Expo, realizado no Centro de Convenções do Shopping Frei Caneca, em São Paulo, em 1 e 2 de julho, mostrou a que veio.

O festival reuniu expositores relevantes e de vanguarda, em especial a cervejaria carioca Hocus Pocus, dona do rótulo brasileiro melhor classificado no RateBeer e que pela primeira vez participou de um festival fora do Rio de Janeiro. De quebra, ainda ofereceram as inéditas Waking Life (Imperial Stout) e Red Potion (Berliner Weisse) e as recém-lançadas Mirahya (NE Rye American Pale Ale) e Peach² (American IPA). Uma participação que honrou o evento, de fato.

Cuesta, Dádiva e Dogma também foram golaços da organização. Bäcker, Blondine, Oak Chopp, Pedra Grande, Straat Bier e Verace fecharam o time de expositores.

O sistema de caneca de vidro (não acrílico, tampouco o reprovável plástico) e doses de 100 ml e 200 ml servidas a um preço médio de R$ 6,00 e R$ 9,00, respectivamente, funcionou perfeitamente no sábado (1/7) à tarde.

O pagamento foi ágil, sem filas, com cartão nos próprios estandes ou com fichas adquiridas com dinheiro.

Cervejas sempre frescas e bebedouro à disposição permitiam aguentar beber por mais tempo e melhor. Degustei três rótulos da Hocus Pocus, três da Dádiva, dois da Dogma e um da Cuesta e saí bem da festa, sem enrolar a língua. Foi bom isso. A hidratação prolonga o tempo, aumenta a quantidade e melhora a qualidade do consumo de cerveja. A organização foi, portanto, feliz em oferecer água livremente.

Os banheiros estiveram sempre limpos nas quatro horas em que estive lá. As opções de alimentação foram adequadas: a porção de bolinho de feijoada estava deliciosa e a de batatas fritas, ok. Também saíram constantemente as costelinhas com molho barbecue, hambúrgueres e massas. No som, bandas tocavam clássicos do rock.

Vale considerar dois pontos de melhoria para o próximo evento, até porque é raro tudo sair perfeito em uma primeira edição: a divulgação e a sinalização para o local do festival.

Não havia uma faixa na entrada do evento. Realizado dentro de um shopping, faltaram placas indicando o caminho para o Craft Beer Expo dentro do estabelecimento. Além de ajudar o público, tótens e sinalizações do festival poderiam, talvez, aguçar o interesse e atrair mais pessoas à exposição cervejeira.

A divulgação foi feita entre uma e duas semanas antes do evento, o que é pouco tempo para um festival com a qualidade dos produtores presentes e a distinção das cervejas oferecidas.

Mas a avaliação geral é positiva. Foi um importante festival e que contribuiu para o fortalecimento da cultura cervejeira em São Paulo e no Brasil. Bela inciativa, que venham mais edições!

* Editor do OneBeerPerDay e sommelier profissional de cervejas. Foi convidado pela organização do Craft Beer Expo para acompanhar o evento.

Foto: Divulgação

Um comentário em “Rótulos inéditos da Hocus Pocus honram o Craft Beer Expo, em São Paulo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s