Cervejaria Anchor, pioneira do movimento artesanal nos Estados Unidos, é adquirida pela japonesa Sapporo

A Anchor Brewing, empresa autointitulada “a primeira cervejaria artesanal dos Estados Unidos”, fundada em 1896 em San Francisco, está em processo de aquisição pela japonesa Sapporo, gigante internacional do setor. O valor do negócio é de US$ 85 milhões, segundo o Valor Econômico.

Dona da cerveja asiática mais vendida nos Estados Unidos, a Sapporo também possui uma cervejaria canadense. O acordo foi fechado após um ano de negociações em que a Anchor avaliou propostas de diversas multinacionais de bebidas.

O mundo artesanal está no foco de grandes cervejarias e as aquisições ocorrem em um ritmo acelerado. A AB InBev, braço internacional da AmBev já controlava a Goose Island (de Chicago) e comprou a Wicked Weed Brewing, de Asheville, na Carolina do Norte, em maio. No mesmo mês, a Heineken comprou o controle total da Lagunitas, de Petaluma, na Califórnia.

A Anchor é única no mundo da cerveja. Inaugurada em 1896, passou por dificuldades até ser comprada em 1965 por Frederick Louis “Fritz” Maytag III. Em vez de competir com as grandes cervejarias da época, majoritariamente produtoras das populares ‘American Lager’, ele decidiu tentar algo diferente. Fritz Maytag passou a investir em receitas mais complexas de produção artesanal, vendendo a um preço mais alto. Descobriu, então, que havia um grande mercado para cervejas especiais, com um público disposto a pagar mais por bebidas com sabores requintados e complexos.

“Certamente, a cerveja Steam é responsável por iniciar (o interesse em cervejas artesanais) porque todas as outras cervejas dos Estados Unidos na época eram amarelas”, disse Mark Carpenter, ex-mestre-cervejeiro da Anchor, à Fortune em 2015.

Segundo a cervejaria, a Anchor Steam e a cerveja sazonal de Natal da empresa (outra tendência do setor liderada pela Anchor no mercado americano), continuarão a ser produzidas em sua fábrica de San Francisco.

Não foi incluída na venda a Anchor Distilling, uma pequena operação paralela à cervejaria que produz bebidas destiladas, como a vodka Hop Head e Junipero Gin. Essa operação passa a ser uma empresa independente separada da Anchor Brewing.

 O que este negócio significa para as artesanais?

A aquisição da Anchor por um gigante do setor gera sentimentos de reprovação e de dúvida entre os entusiastas de cervejas artesanais. O senso comum aponta para a ideia de que o modo de fabricação e as características sensoriais das artesanais são absolutamente incompatíveis com o modelo de negócio de uma indústria multinacional.

Em São Francisco, especificamente, os americanos têm uma relação próxima e especial com a Anchor. O sentimento existente por lá é de “não é apenas nossa cervejaria, mas é a primeira cerveja genuinamente artesanal norte-americana”. É, portanto, um ícone da independência e da originalidade e que já possuía (ou parecia possuir) um negócio estabelecido o suficiente, com consumidores fieis, para isolar-se das pressões que obrigam outros negócios a priorizar as vendas e o lucro.

Mas mesmo que Fritz Maytag (79 anos), proprietário que implantou o conceito artesanal às receitas da Anchor a partir de 1965, fosse a alma da era contemporânea da cervejaria, ele já não estava mais à frente do negócio. Em 2010, Fritz vendeu a operação da empresa ao Griffin Group, empresa de investimento e consultoria focada em marcas de bebidas alcoólicas, com sede na cidade de Novato, Califórnia.

Claro que a Griffin não pode ser comparada em tamanho de operação e receita à Sapporo. Mas a empresa de investimento é liderada por profissionais que construíram suas carreiras na grande indústria de bebidas, como os sócios Keith Greggor e Tony Foglio, ex-executivos da Skyy Spirits. Ou, ainda, Scott Ungermann, que em 2016 sucedeu Mark Carpenter (que estava com a Anchor desde 1971) como mestre-cervejeiro, após uma carreira de quase 20 anos na Anheuser-Busch (Budweiser).

Essa aquisição da Sapporo pode ser considerada, portanto, um desdobramento do negócio de 2010 com a Griffin. As discussões sobre compras de cervejarias artesanais são, portanto, mais complexas do que apenas um clichê de guerra econômica entre Davi e Golias.

Por fim, em relação ao receio dos entusiastas da Anchor sobre mudanças no processo de produção e receita das cervejas, só o tempo dirá.

Foto: Brant Ward, The Chronicle

Referências:

San Francisco’s Anchor Brewing acquired by Sapporo: http://www.sfgate.com/food/article/San-Francisco-s-Anchor-Brewing-acquired-by-11729608.php#photo-5074235

What the Anchor Brewing deal means for craft beer: http://www.sfgate.com/food/article/What-the-Anchor-Brewing-deal-means-for-craft-beer-11729687.php?t=cd76d5b6a7&utm_content=sfgate_hp_food_recco_v1&ipid=sfgatehpfood

Fabricante de cerveja Sapporo compra Anchor por US$ 85 milhões: http://www.valor.com.br/empresas/5066526/fabricante-de-cerveja-sapporo-compra-anchor-por-us-85-milhoes

Craft Beer Pioneer Anchor Brewing Is Being Sold: http://fortune.com/2017/08/03/anchor-brewing-sale-sapporo/

The Griffin Group Acquires Anchor Brewing Company and Establishes Anchor Brewers & Distillers: http://www.businesswire.com/news/home/20100427006862/en/Griffin-Group-Acquires-Anchor-Brewing-Company-Establishes

Um comentário em “Cervejaria Anchor, pioneira do movimento artesanal nos Estados Unidos, é adquirida pela japonesa Sapporo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s